Nos olhos da MADRUGADA


Nos teus olhos eu pinto a madrugada
Na paleta das minhas cores
um sorriso me provocas.

Nos teus olhos
saltita a menina, de sorriso rasgado
No teu rosto
brinca um rio, de ousadia serena
No teu corpo
balanceia uma viagem insubmissa, de lufadas tropicais

Nas montanhas
Nos vales
Nas terras estéreis
No prado viçoso
Encontro o teu olhar
quando me despes a alma
e te aninhas, dançando em mim

No tempo, que desliza, sorrindo
Na escarpa, que se dobra, amando
No mel, que se adoça, beijando
No sonho, que se vive, ousando
Estás
Estamos

Somos
estrada
grito, mar
terra iniciada
um passeio á beira mar

Um gesto de loucura
Uma noite sem rede, nem chão
como quadros criados
pelo desejo da razão

Do nada, fizemos tudo
como as cores de um olhar
E de tudo, nos dêmos
porque dar, é amar.

(Texto e imagem: Rui Santos)

Artigos RELACIONADOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares