Oito COMPROMISSOS para uma vida MAIS SAUDÁVEL


Conheça os compromissos do movimento hipersaudável para aplicar diariamente para uma vida 8 vezes mais saudável. 



1-Tomar o pequeno-almoço todos os dias

Neste compromisso vamos alertar para a importância de tomar o pequeno-almoço todos os dias e… logo após o acordar! Esta é a refeição mais importante do dia, o que significa que não devemos sair de casa sem a tomar. O pequeno-almoço é fundamental para repor as energias e ingerir os nutrientes necessários ao começo de um novo dia, depois das diversas horas de jejum que passámos a dormir. Quer o nosso cérebro como os nossos músculos necessitam de glicose como combustível para a sua actividade. Além disso, esta primeira refeição deve fornecer quantidades significativas de nutrientes reguladores como as vitaminas e minerais e fibra. Assim se percebe por que motivo um pequeno-almoço completo e equilibrado dá energia até meio da manhã. Outra vantagem é que contribui para uma distribuição alimentar e calórica mais saudável e equilibrada ao longo do dia, contribuindo para a prevenção da obesidade, tanto nos adultos como nas crianças.
2-Manter o organismo sempre hidratado
Por que motivo é que tanto se fala da importância da hidratação para o bom funcionamento do nosso organismo? Não é por acaso que se diz que a água é essencial à vida. O nosso organismo é composto em cerca de 60% de água. Assim se percebe por que é importante manter os seus níveis equilibrados e ingerir regularmente muitos líquidos. E não apenas quando se tem sede, já que esse é um sinal de que o nosso organismo já está “desesperado” à espera de ser rehidratado. Existem diversas alternativas disponíveis, sob a forma de bebidas (água, infusões de ervas, tisanas, sumos e néctares, leite) ou através de alimentos ricos em água (sopas, saladas e fruta). Na nova Roda dos Alimentos a água também está representada. A sua localização no centro da Roda é reveladora da importância que a hidratação deverá ter no nosso dia-a-dia.

3-Planear as refeições semanalmente
Já parou para pensar nas vantagens que existem em planear antecipadamente todas as refeições da semana? Saber o que vai comer nos sete dias seguintes permitirá organizar o frigorífico e despensa e preparar refeições mais equilibradas, variadas e saborosas. Esta planificação permite fazer as suas compras em função do que vai consumir, sem desperdícios, sem gastos desnecessários e com a vantagem de ingerir os produtos mais frescos. Ao planear semanalmente as refeições consegue ainda criar rotinas para toda a família. Uma excelente forma de envolver os mais novos no tema da alimentação, podendo ainda pedir-lhes ajuda na altura de preparar as refeições atribuindo-lhes pequenas tarefas. Nem que seja o desafio de pensarem no que "querem (de diferente e saudável) para o jantar"!
4-Confecionar alimentos com menos sal, gordura e açúcar
Não devemos abusar do consumo do sal, da gordura e do açúcar! Responsáveis por algumas das mais graves doenças associadas à má alimentação, como a hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes, obesidade e alguns tipos de cancro. A forma de reduzirmos o risco do seu desenvolvimento passa por aprender a fazer um uso e consumo moderado destes três elementos. Cozinhar com menos gordura e sal e moderar o consumo de açúcar é possível e, para isso, existem pequenos truques que até os nossos antepassados conheciam. Está na hora de redescobrir as ervas aromáticas, utilizar gorduras mais saudáveis ou mesmo redescobrir métodos de confeccionar os alimentos mais naturais.
5-Comer 5 porções de fruta/legumes por dia
Comer frutas, legumes e hortaliças todos os dias é essencial! Estes três alimentos são fundamentais numa alimentação saudável, tendo um lugar de destaque nas recomendações da Roda dos Alimentos. Todos os dias deverão ser ingeridas pelo menos 5 porções de fruta ou legumes por dia (cerca de 400g), tal como recomendado pela Organização Mundial de Saúde. Os hortofrutícolas são fornecedores essenciais de diversos minerais, vitaminas, fitoquímicos naturais e fibra que garantem diferentes benefícios para o organismo e um efeito protector contra as doenças cardiovasculares e alguns tipos de cancro. A maioria das frutas e legumes contem ainda um alto teor em fibra e possui um baixo valor calórico, ajudando no controlo do apetite e no combate à obesidade.

6-Não estar mais de 3h30 sem comer

Sabe por que razão as refeições intercalares ajudam a melhorar o desempenho das actividades diárias, de toda a família? É impressionante como uma refeição intercalar reforça a capacidade física e intelectual, ajuda na concentração, reduz a sensação de fadiga e sonolência e melhora o rendimento geral. Para tirar um melhor proveito do que os nutrientes lhe oferecem, o intervalo entre as refeições não deve exceder as três horas e meia. Deste modo, consegue-se garantir equilíbrio entre os mecanismos do apetite e da saciedade e, por conseguinte, reduzir o risco de aumento de peso. O ideal é fazer várias refeições ao longo do dia, por exemplo: Pequeno-almoço, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. A desculpa da “falta de tempo” é uma das principais razões para ficarmos muitas horas sem comer mas, com as estratégias certas, é possível equilibrar a hora das suas refeições.

7-Ler sempre o rótulo dos produtos comprados

Vamos ajudá-lo a tornar mais perceptível a informação nutricional que vem nos rótulos. O rótulo é o “Bilhete de Identidade” dos produtos alimentares. Saber decifrá-lo é essencial na altura de fazer as escolhas mais saudáveis e equilibradas. A maioria dos produtos alimentares disponibiliza informação nutricional nas suas embalagens. A tabela da composição nutricional apresenta a quantidade de nutrientes por 100 g de produto e por vezes também por porção/dose de alimento. Mas para comparar os valores nutricionais e energético de dois produtos o correcto será guiarmo-nos pelo valor apresentado por 100g. Aprender a ler os rótulos dos produtos que compramos é o primeiro passo para sabermos aquilo que ingerimos.

8-Fazer exercício físico 3x por semana

Ser ativo é um dos pilares para um estilo de vida saudável e é por este motivo que devemos fazê-lo de uma forma regular e moderada, por exemplo 3 vezes por semana. Ao contrário do que se julga, a atividade física regular não se faz apenas em ginásios interiores. Um jardim ou uma escadaria podem ser os locais ideais para manter a forma e gastar energia acumulada pela ingestão de alimentos. Uma prática regular traz benefícios ao nível da flexibilidade, força e resistência, ao mesmo tempo que atua reforçando as defesas naturais do organismo. Por outro lado é um excelente meio de prevenção de algumas doenças, ao mesmo tempo que reduz o sedentarismo e evita o excesso de peso (quando associado a uma dieta adequada), reduz a depressão, melhora a saúde óssea e potencia o fortalecimento dos músculos e articulações. Como vê, benefícios que se manifestam no corpo e na mente de todos os que a praticam.
Artigo extraído D´Aqui

Artigos RELACIONADOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares