Valor nutritivo do LEITE

O leite é possivelmente o alimento mais completo e equilibrado que existe, pela grande variedade de nutrientes que contém. No entanto, é deficitário em vitamina C e em ferro. É composto por:

Proteínas (3,29 %)


Tornam-se de fácil digestão e assimilação. São de dois tipos.

Caseína (82 %): Coagula-se formando a coalhada branca. É deficitária nos aminoácidos metionina e cistina.

Proteínas do soro (18 %): São solúveis em água e mais completas que a caseína.

Gorduras (3,34 %)




Predominam as saturadas, especialmente no leite de vaca, em que representam 65,8 % do conteúdo total de gordura.

São líquidas à temperatura ambiente, ao contrário de outras gorduras animais.

Estão muito bem emulsionadas, isto é, misturadas em pequeníssimas gotas com o líquido aquoso do soro. Isto facilita a acção dos sucos digestivos e faz que se assimilem bem.

O leite contém colesterol. 

Hidratos de carbono (4,66 %)

O mais importante é a lactose, um açúcar dissacárido cuja molécula é formada pela união da glucose com a galactose. A lactose é seis vezes menos doce que a sacarose ou açúcar de mesa.

Efeitos favoráveis da lactose

- Facilita a absorção do cálcio.

- As bactérias intestinais transformam-na em ácido láctico, substância que impede o crescimento de gérmenes patogénicos no intestino.

- A galactose, que se forma juntamente com a glucose quando a lactose se desdobra pela acção da enzima lactase, é um açúcar monossacárido que se absorve lentamente no intestino. Enquanto isto acontece, exerce uma acção benéfica. promovendo o crescimento da flora bacteriana intestinal que sintetiza a biotina e outras vitaminas do complexo B.

Efeitos indesejáveis da lactose 

- Não é tolerada por algumas pessoas, às quais provoca transtornos intestinais. Esta intolerância vai-se agravando à medida que a idade avança.

- O seu consumo habitual está relacionado com uma maior mortalidade por doenças coronárias (enfarte). Para evitá-las, torna-se mais eficaz: reduzir o consumo da lactose e portanto do leite do que aumentar o de ácidos gordos polinsaturados (óleos e sementes) ou de fibra (farelo)

Água (88 %)


O leite contém menos água, e portanto mais matérias sólidas, que muitas frutas, verduras e hortaliças.

Vitaminas


Por ser uma emulsão formada pela mistura de pequenas partículas de gordura e água, o leite contém tanto vitaminas solúveis em gordura (lipossolúveis) como em água (hidrossolúveis). Não existe nenhum outro alimento que contenha uma variedade tão grande de vitaminas. No entanto, o leite é uma fonte muito pobre de vitamina C.

Minerais


O leite contém todos os minerais e oligoelementos conhecidos, e especialmente os seguintes:

Cálcio: É o mineral mais abundante no leite.

Iodo: A sua concentração varia em função do lugar onde os animais pastam. Perto da costa contém mais iodo do que o leite das vacas do interior.

Zinco: Um litro contém 3,8 mg, 30 % da quantidade diária recomendada.

Ferro: É o mineral menos abundante no leite.

Sódio: Está presente em quantidades bastante elevadas. Portanto, o leite e os produtos lácteos, devem ser usados com precaução em caso de hipertensão arterial ou de insuficiência cardíaca ou renal. Existem no comércio leites de baixo conteúdo em sódio.

Fonte: A saúde pela alimentação, Dr. Jorge Pamplona Roger




Artigos RELACIONADOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares