Aumentar O Metabolismo Para Emagrecer !





15 dicas para acelerar o metabolismo



Alimentos termogénicos: o que é isso ?


Já todos ouvimos alguém dizer que não engorda porque “tem o metabolismo muito rápido” ou que tem dificuldade em emagrecer por “ter um metabolismo demasiado lento”, certo?


 Mas o que é ao certo o metabolismo? Podemos ou conseguimos alterar o metabolismo através da nossa alimentação?

 Começando pela definição de metabolismo: trata-se de um conjunto de transformações que as substâncias químicas comportam no interior dos organismos vivos. Estas reações são responsáveis pelos processos de síntese (anabolismo) e degradação (catabolismo) dos nutrientes na célula e constituem a base da vida, permitindo o crescimento e reprodução das células, mantendo as suas estruturas essenciais e adequando respostas aos seus ambientes envolventes.

 Do ponto de vista do Gasto Energético Total, o metabolismo traduz-se na quantidade de quilocalorias que necessitamos para nos mantermos vivos, tendo apenas em conta as funções vitais. Logo, podemos concluir que se precisarmos de maior quantidade de calorias para nos mantermos vivos, podemos ingerir maior quantidade de comida sem que esta seja armazenada sob a forma de gordura. O que é uma vantagem certo?

 Há algumas dicas alimentares que são preciosas no que toca a ajudar a aumentar o metabolismo, tais como: comer regularmente, não abandonar os hidratos de carbono (complexos!) e ingerir bastante água.

Por outro lado, temos de ter em conta que há um fator termogénico associado a cada alimento. Isto significa, cada vez que consumimos algum alimento despendemos uma determinada quantidade de energia ao “processá-lo”.

Assim, há alimentos com maior capacidade termogénica que outros. Se os consumirmos em quantidade significativa, em principio, estamos a contribuir para acelerar o nosso metabolismo. O que, em princípio, se traduzirá em redução da massa gorda.

São exemplos de alimentos que podem ajudar a acelerar o metabolismo:
  • Malagueta. Este alimento é rico em capsaicina, uma substância que beneficia o aumento da oxidação de gordura do tecido adiposo. Pode ser adicionada em saladas e pratos quentes como tempero. Quando é usada ajuda, também a reduzir as quantidades de sal adicionadas na confeção dos alimentos!
  •  Chá Verde. Este chá favorece a utilização da gordura corporal como fonte de energia em função do estimulo metabólico. Não deve, no entanto, ser consumido perto da hora de deitar, para não provocar insónias, nem deve ser consumido de forma exagerada pela elevada carga hepática que acarreta.
  •  Canela. A canela, não só aumenta o metabolismo basal, como também possui um elevado teor de cálcio mineral, substância importante para o emagrecimento. Pode ser usada de diversas maneiras: adicionada à fruta, a iogurtes, a leite (substitui o açúcar!), a papas de aveia, aromatizar bebidas, etc.! É só dar asas à imaginação.
  •  Gengibre. Estudos indicam que esta raiz pode aumentar o metabolismo em 10%! Pode ser consumido cru (ex. em água aromatizada) ou cozinhado (ex. adicionado em pratos ou em chá).
  • Chá de Hibisco. Este chá aumenta a temperatura corporal durante a digestão e, consequentemente, aumenta o metabolismo.
  • Água fresca. Ao ingerir água fresca o organismo gasta energia para elevar a temperatura da água até à temperatura tida como adequada pelo corpo (algo entre 36º e 37ºC), o que gasta calorias.
  • Café. O Café, rico é rico numa substância denominada cafeína que, entre outras coisas, tem o poder de acelerar o metabolismo.
  •  Vinagre de Cidra de Maçã. A acidez do vinagre de maçã parece ter efeito semelhante ao da malagueta, possuindo efeito termogénico quando consumido 1 a 1 ½ colher de chá de vinagre de cidra de maçã, 2 vezes ao dia. Alguns autores sugerem benefícios na diminuição da circunferência abdominal.
Fonte: maiscru

Artigos RELACIONADOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares