O melhor doce: a FRUTA

A fruta constitui a forma mais saudável de ingerir açúcares e de satisfazer o desejo natural de saborear alimentos doces.

 
Além de açúcares, as frutas contém:

- Vitaminas e minerais que facilitam a metabolização do açúcar e a sua transformação em energia.
 
- Fibra, que retarda a rápida absorção dos açúcares. Por isso, quando se ingere fruta segrega-se menos insulina do que quando se ingere açúcar só ou com alimentos refinados sem fibra.

A menor secreção de insulina faz produzir menos gorduras, dado que um dos seus efeitos é o de favorecer a lipogénese, isto é, a síntese de lípidos ou gorduras no organismo.

Por tudo isto, o açúcar natural ou intrínseco da fruta apresenta duas grandes vantagens sobre o extrínseco que se acrescenta a outros alimentos, especialmente se estes forem mais refinados:
1) é mais bem tolerado pelos diabéticos,
2) engorda menos.

Para uma igual quantidade de calorias, o açúcar natural da fruta é mais bem aproveitado e engorda menos do que o açúcar comum.
1 maçã grande (200 g) = 25 g de açúcar
20 g de uvas passas = 15 g de açúcar
1 figo seco (20 g) = 10 g de açúcar

Valor nutritivo de diferentes doces de origem natural

Muito elevado

- Frutas secas: Muito ricas em fibra, minerais e vitaminas.

Elevado

- Melaço: muito rico em minerais, especialmente ferro e cálcio.

Aceitável

- Xarope e açúcar de ácer, e açúcar escuro (integral): Contém uma pequena quantidade de vitaminas e minerais.

- Mel: Possui também enzimas e proteínas que lhe conferem propriedades medicinais.

Baixo

- Açúcar comum e outros açúcares: São praticamente desprovidos de substâncias acompanhantes, pelo que o seu valor nutritivo fica reduzido às calorias "vazias" que fornecem.

                       (Fonte: A saúde pela alimentação, Volume 1 (Dr. Jorge Pamplona Roger)

Artigos RELACIONADOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares