Grandes Mitos Na Alimentação

 

Cozinhar com azeite faz mal. Falso.

O azeite extra virgem é a gordura mais saudável que existe, dizem os nutricionistas do Authority Nutrition. Está recheado de antioxidantes e gorduras mono saturadas indicadas para uma boa saúde cardíaca. Muitos pensam que o calor transforma estes componentes benéficos em maléficos. É verdade que as gorduras são sensíveis ao calor, mas isso acontece sobretudo com gorduras polinsaturadas, como os óleos de soja ou de milho. Há até bastantes estudos que confirmam que o azeite mantém as suas propriedades nutricionais mesmo exposto ao calor.


<strong>O açúcar é mais viciante que algumas drogas. Falso. É certo que ativa no cérebro áreas de prazer, tal como os narcóticos, porém, dizer que é tão ou mais viciante que as substâncias ilícitas é «simplesmente ridículo», assinam os especialistas do site. O açúcar pode tornar-se viciante, mas não na mesma escala. </strong><br><p> <strong>Leia ainda: <a href="http://moodmagazine.pt/as-dicas-do-cristiano-ronaldo-para-se-manter-em-forma/">As dicas do Cristiano Ronaldo para se manter em forma</a> </strong> </p> <p> <strong>Leia ainda: <a href="http://moodmagazine.pt/celebridades-com-causas-humanitarias-4/">Celebridades com causas humanitárias</a> </strong> </p>

O açúcar é mais viciante que algumas drogas. Falso.

É certo que ativa no cérebro áreas de prazer, tal como os narcóticos, porém, dizer que é tão ou mais viciante que as substâncias ilícitas é «simplesmente ridículo», assinam os especialistas do site. O açúcar pode tornar-se viciante, mas não na mesma escala.



<strong>As calorias não interessam para nada. Falso. Algumas pessoas acham que centrar-se nas calorias que ingerem é o que importa para conseguirem perder peso. Outras acham que são irrelevantes e o que interessa não é a quantidade de calorias, mas sim o tipo de comida que se ingere. «Como acontece muito em nutrição, a verdade está no meio», referem os especialistas. Ingerir certos alimentos pode ajudar a acelerar o metabolismo e consequentemente a queimar mais calorias. Se aliar uma boa alimentação a um bom controlo de calorias, terá uma boa equação para perder peso.</strong><br><p> <strong>Leia ainda: <a href="http://moodmagazine.pt/as-dicas-do-cristiano-ronaldo-para-se-manter-em-forma/">As dicas do Cristiano Ronaldo para se manter em forma</a> </strong> </p> <p> <strong>Leia ainda: <a href="http://moodmagazine.pt/celebridades-com-causas-humanitarias-4/">Celebridades com causas humanitárias</a> </strong> </p>

As calorias não interessam para nada. Falso.

Algumas pessoas acham que centrar-se nas calorias que ingerem é o que importa para conseguirem perder peso. Outras acham que são irrelevantes e o que interessa não é a quantidade de calorias, mas sim o tipo de comida que se ingere. «Como acontece muito em nutrição, a verdade está no meio», referem os especialistas. Ingerir certos alimentos pode ajudar a acelerar o metabolismo e consequentemente a queimar mais calorias. Se aliar uma boa alimentação a um bom controlo de calorias, terá uma boa equação para perder peso.


Alimentos alcalinos fazem bem, alimentos ácidos fazem mal. Falso.

A dieta alcalina é muito popular e baseia-se na ingestão de alimentos alcalinos (legumes e fruta) e em evitar alimentos ácidos (carne, laticínios e cereais). Os defensores desta dieta dizem que os alimentos ácidos tornam o sangue também mais ácido, propício, por exemplo, ao desenvolvimento de células cancerígenas. Os especialistas do Autorothy Nutrition dizem que não existe qualquer evidência bioquímica para esta relação causa-efeito. «A verdade é que o valor de ph do sangue é fortemente regulado pelo próprio organismo. E não muda, a não ser em condições graves de envenenamento ou doença». Acrescentam ainda que as células cancerígenas também crescem em ambiente alcalino e que o sangue humano tem sobretudo este ph.

O microondas danifica os alimentos e emite radiações perigosas. Falso.

Estes aparelhos foram desenhados para não permitir que a radiação escape. Alguns estudos até mostram que preservam melhor as propriedades dos alimentos do que a cozedura ou a fritura. Este mito está muito enraizada, mas não existem evidências científicas quanto a isso.


O café contém níveis elevados de micotoxinas. Falso.

Estas substâncias químicas tóxicas produzidas por fungos estão presentes em todo o tipo de alimentos. Estudos têm mostrado que beber quatro cafés por dia só as eleva mais dois por cento, existindo uma grande margem de segurança ainda.
Os hidratos de carbono são maus. Nem todos.

É verdade que uma dieta baixa em hidratos tem muitos benefícios, sobretudo se evitarmos produtos refinados. Mas os vários estudos e constatações levou a que se diabolizasse e evitasse tudo o que era hidratos de carbono, pondo no mesmo saco também as batatas, cenouras e até maçãs.


Artigos RELACIONADOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares